Infecção Urinária na Gravidez

É normal ter pelo menos um episódio de infecção urinária durante a gravidez, pois as alterações que ocorrem no organismo da mulher, durante esse período, favorecem o desenvolvimento de bactérias no trato urinário.

Embora possa parecer assustadora, a infecção urinária não prejudica o bebê e pode ser facilmente tratada com antibióticos, como a Cefalexina. Porém, se a mulher não iniciar o tratamento, a infecção pode continuar agravando e causar alguns riscos para o bebê, como parto prematuro ou aborto, por exemplo.

Assim, sempre que surgirem sinais de desconforto urinário, é muito importante que a grávida consulte o obstetra ou o ginecologista para fazer um exame de urina e iniciar o tratamento caso seja necessário.

 

Possíveis sintomas de infecção urinária

Durante a gravidez, a infecção urinária pode ser um pouco mais difícil de identificar, por isso, selecione o que está sentindo para avaliar o risco de estar com uma infecção urinária:

1. Dor ou sensação de queimação ao urinar

Sim ( )
Não ( )
2. Vontade frequente e repentina de urinar em pouca quantidade
Sim ( )
Não ( )
3. Sensação de não conseguir esvaziar a bexiga
Sim ( )
Não ( )
4. Sensação de peso ou desconforto na região da bexiga
Sim ( )
Não ( )
5. Urina turva ou com presença de sangue
Sim ( )
Não ( )
6. Febre baixa persistente (entre 37,5º e 38º)
Sim ( )
Não ( )

Alguns destes sintomas, como a vontade frequente para urinar ou sensação de peso na bexiga, são muito comuns durante a gestação e, por isso, podem ser disfarçados. Dessa forma, sempre que a mulher identificar alguma alteração ou desconforto, deve consultar o obstetra ou o ginecologista para fazer um exame de urina e avaliar se pode estar ocorrendo uma infecção.

 

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da infecção urinária durante a gravidez é feito através do exame de urina normal, sempre que existem sintomas de alerta. No entanto, o médico também deve solicitar 1 exame de urina por trimestre a fim de identificar e tratar precocemente uma possível infecção urinária, mesmo que não existam sintomas.

Além disso, a mulher também pode comprar na farmácia o teste caseiro de infecção urinária. Veja mais em: Como fazer um exame caseiro para detectar infecção urinária.

 

Como é feito o tratamento

O tratamento da infecção urinária na gravidez normalemnte é feito com o uso de antibióticos, como a cefalexina, por um período de 7 a 14 dias, sendo também importante beber bastante água, não segurar o xixi e esvaziar a bexiga completamente cada vez que for urinar.

Nos casos em que a infecção se agravou é atingiu os rins, a gestante pode precisar ficar internada no hospital para tomar antibióticos diretamente na veia. Saiba mais detalhes sobre o tratamento para infecção urinária na gravidez.

 

Riscos da infecção para o bebê

Se a infecção urinária não for tratada corretamente durante a gravidez, pode haver complicações para a mãe e o bebê, como:

  • Parto prematuro;
  • Diminuição do crescimento intra-uterino;
  • Baixo peso ao nascer;
  • Pneumonia;
  • Asma na infância;
  • Aborto espontâneo.

Além disso, a infecção urinária durante a gravidez também aumenta o risco de morte do bebê após o parto. Assim, a melhor forma de evitar todos estes riscos é estar atenta aos sintomas de infecção urinária e fazer o tratamento indicado pelo médico logo que a doença for diagnosticada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *